Perguntas frequentes

Bomba de Insulina

O que é uma Bomba de Insulina?


A Bomba de Insulina é uma terapia de insulina usada por diabéticos tipo 1 para substituir as múltiplas injeções de insulina por dia. É usado um cateter indolor conectado ao corpo e o dispositivo injeta insulina automaticamente por hora de acordo com as doses prescritas pelo endocrinologista.
Mais informações você encontra aqui.




Como fazer a troca do conjunto de infusão da Bomba de Insulina?


Fiz um passo a passo super legal em vídeo pra você ver como é! Só clicar aqui.




Como fazer a troca do sensor Enlite?


É tranquilo e se colocado corretamente, indolor. Tem dois videos no meu canal que mostram como faz essa colocação. Um eu coloco sozinha na barriga e no outro, a especialista clínica da Medtronic, Priscila Pandolfo, coloca no meu braço.




Como colocar o sensor Enlite no braço?


É possível colocar o sensor Enlite no braço sem ajuda, basta ter um pouco de paciência se você não tiver prática ainda. Te mostro uma das minhas primeiras colocações sozinha neste vídeo aqui. Ou você pode assistir a uma colocação feita por uma Educadora em Diabetes da Medtronic aqui.




O que não pode faltar em um laudo médico para pedido de Bomba?


Muitas pessoas me perguntam sobre os laudos médicos para pedidos de Bomba, e o que eu costumo responder é que o laudo é muito pessoal.

No laudo, deve contar brevemente a sua história com diabetes e os motivos de você precisar usar a bomba de insulina.

Algumas pessoas colocam histórico de internações por convulsão em hipoglicemia ou internações por cetoacidose. Vai de cada médico e de cada paciente, porque é como eu digo sempre: isso é INDIVIDUAL.




A Bomba de Insulina é à prova d'água?


Depende do modelo! No Brasil temos no mercado alguns modelos de Bomba de Insulina. Apenas o modelo 640G da Medtronic é à prova d'água. Os outros modelos disponíveis (Accu Chek Combo, VEO, 722, 715) não são.




O que é um sensor CGM?


O nome completo já é um pouco explicativo: Continuous Glucose Monitoring (Monitorização Contínua de Glicose), mas vou esclarecer melhor para que não seja confundido com o LIBRE.
O sensor de Monitorização Contínua de Glicose mede a nossa glicose continuamente e envia as informações para a Bomba de Insulina (o que temos no Brasil hoje) ou para um dispositivo especifico (O eversense ou o Dexcom - não disponível no Brasil-, por exemplo, não está conectado a nenhuma bomba de insulina!), que por sua vez é inteligente o bastante para entender os dados desse sensor e emitir alertas caso a glicose saia da meta. Ou seja, a grande diferença do CGM para o Libre é que você não precisa passar o dispositivo no sensor para ler.
Melhor ainda: ele te mostra em tempo real como está a sua glicose e te avisa quando você precisa tomar alguma atitude!




O que é Bolus Onda Dupla (ou Multionda)?


É um tipo de bolus que pacientes que usam bomba de insulina recorrem a alimentos gordurosos.
Vamos ver uma explicação da Enfermeira Lígia Figueiredo:
''Esse tipo de bolus combina a administração de um bolus normal (imediato) e um bolus estendido (onde você determina o período de tempo), sendo muito utilizado para alimentos ricos em gordura e proteína, fazendo com que sua glicemia se mantenha dentro da meta no pós-alimentação mais tardio.
Em torno de 10% da gordura e 50% da proteína de um alimento se transformam em glicose ao longo de 4 a 5 horas após a ingestão. Logo alimentos como pizza, churrasco, sanduíches de fast food, e até a pipoca, fazem aumentar a glicemia algumas horas após a ingestão, mesmo quando é feita a correção alimentar normal. Para realizar a correção onda dupla ou multionda é necessário informar a bomba a quantidade de carboidratos a ingerir, após o calculo da dose optar por esse tipo de correção, e escolher a proporção que deseja que seja infundido, a bomba sugere 50% - 50%, onde os primeiros 50% entram de forma imediata (bolus normal) e os outros 50% entram no tempo que o paciente define, sendo o recomendado para esse tipo de bolus fazer o estendido em 2h para a insulina injetada refletir nas outras 2 horas da transformação da proteína ou gordura em açúcar. O paciente deve medir 2h após o inicio da correção e 4 horas após seu inicio para ver a finalização e a partir dai verificar se deve colocar proporção maior ou menor no bolus no estendido.




O que é Bolus Quadrado (ou Bolus Onda Quadrada)?


Também é um tipo de bolus realizado por pacientes que usam Bomba de Insulina.
Explicação da Enfermeira Ligia Figueiredo:
''Neste tipo de bolus, após o cálculo da dose para a correção alimentar, o paciente define o tempo que deseja que infusão ocorra. Pode ser usado para festas e coquetéis, onde para não precisar corrigir todo o tempo. O paciente estima a quantidade em média que irá consumir na festa e após o cálculo da dose pede para que esta seja infundida durante o tempo que ficará no local da festa. Também pode ser usada para pessoas que tem digestão lenta, evitando assim hipoglicemias pós alimentares. Lembrando que nesse tipo de bolus após as 2 primeiras horas de seu início se faz necessário fazer a ponta de dedo para verificar se há algum aumento ou queda de glicemia. Caso haja aumento existe a possibilidade ainda de fazer uma correção para a glicose e ainda manter a correção estendida, somente para levar a glicemia para a meta, pois alguns alimentos não tem a mesma velocidade de aumentar a glicemia que outros e isso só saberemos realizando a medição.''




Qualquer pessoa pode usar Bomba de Insulina?


Qualquer um com diabetes pode usar, desde que tenha disciplina e indicação médica. A Bomba de Insulina não é um tratamento milagroso. Precisa de responsabilidade e disciplina nas medições e correções para que o tratamento funcione. Não existe idade mínima nem máxima. Conheço pacientes que começaram a terapia com 1 mês de vida e vovós de 80 anos usando (e amando!). Basta o seu médico aprovar e indicar a terapia.




Dá para fazer o Bolus Onda Dupla em pacientes que não usam Bomba de Insulina?


Até é possível, mas é mais trabalhoso! Precisa de autorização médica para testar.
Eu falo sobre isso no vídeo abaixo:




Meu sensor Enlite está lendo muito diferente da ponta de dedo. O que eu faço?


Podem ser várias coisas! Verifique algumas situações antes de ligar para o 0800 para questionar o que pode ser: - veja se você fez a última calibração de forma correta e em um horário de estabilidade - você está bebendo bastante água? Se o seu corpo estiver pouco hidratado, pode interferir na leitura do sensor pelo liquido intersticial.
- Está em hiper ou hipo? Nessas situações, é aceitável a leitura ser um pouco imprecisa. - seu sensor está firme? Será que não se mexeu dentro da pele?

Reveja essas situações e se mesmo assim você não encontrar uma resposta, ligue para a sua educadora, especialista clínica ou 0800 ;)




Como comprar uma Bomba de Insulina?


A Bomba de Insulina é uma terapia de infusão de insulina. Não pode ser simplesmente comprada sem indicação médica.
Minha sugestão: converse com seu médico sobre seu interesse nesta terapia. Se você tiver perfil para usar bomba de insulina, seu médico poderá indicar a você e conectar você com o representante da marca de sua escolha para realizar a compra.




Como você conseguiu a sua Bomba de Insulina?


A minha primeira bomba de insulina com CGM eu consegui através de uma ação judicial contra o Estado do Rio de Janeiro. Contei tudo sobre isso aqui.




Quem pode usar bomba de insulina?


Quem pode usar?
O candidato ideal para usar a bomba de insulina é aquele que : - Consegue medir a glicemia capilar no mínimo 4 vezes por dia -Na fase de ajuste de doses de insulina a serem usadas na bomba, passe a medir no mínimo 6 a 8 vezes por dia. -Segue as recomendações médicas e mantém contato com a equipe responsável pela bomba, seguindo a dieta recomendada pela nutricionista, inclusive respeitando as quantidades. -Está disposto a usar o aparelho 24 horas por dia junto ao corpo. Mas principalmente está disposto a passar por um processo de educação em relação ao diabetes. -Não apresentar história de Bulimia. -A pessoa deve conhecer contagem de carboidratos e já estar em uso de esquema intensivo de aplicação de insulina. -Pratica atividade física.
Fonte: https://www.diabetes.org.br/publico/ultimas/474-bombas-de-infusao-de-insulina





Contagem de CHO

O que é Contagem de Carboidratos?


A Contagem de Carboidratos é uma estratégia nutricional utilizada como aliada no tratamento do diabetes. Pode ser usado em qualquer tipo de diabetes, mas é mais comum no tipo 1.
Na Contagem de Carboidratos é calculada a dose de insulina para certa quantidade de carboidratos ingeridos, permitindo uma maior flexibilização no plano alimentar das pessoas com diabetes.
Você aprende mais sobre isso neste link: MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS DA SBD




Você indica algum app para contagem?


Não costumo usar com frequência, apenas quando tenho alguma duvida sobre a quantidade de carboidratos de algum alimento.
Os apps que já usei são: MyFitnessPal, Glic, FatSecret.

A Dani do blog Só Mais Uma DM1 fez um vídeo super legal sobre o MyFitnessPal, dá uma olhada AQUI




Quais profissionais podem indicar e ensinar Contagem de Carboidratos?


O profissional que indica a Contagem de Carboidratos e receita as dosagens de insulina é o Endocrinologista junto com um Nutricionista.





Viagens

O que devo levar para viajar?


Em todas as minhas viagens, tenho uma mala só para os insumos de diabetes! Te mostro como eu os organizo aqui.




O que não pode faltar em um laudo médico para viagens?


Em todas as minhas viagens, eu sempre levei um laudo médico com as seguintes informações:
-quem sou eu, meu tipo de diabetes e há quanto tempo fui diagnosticada
-qual tratamento uso, o nome dos medicamentos e a quantidaden
-algumas recomendações, como por exemplo, a importancia de levar lanches e correções de hipoglicemia junto comigo na viagem -uma lista dos itens que estou levando na viagem (seringas, canulas, insulinas, etc)
- o contato da minha médica para emergencias além do laudo médico, é importantíssimo contratar um plano de saúde em caso de viagens internacionais e sua carteirinha de identificação dizendo que você tem diabetes.





Sensores

Como é usar um sensor de glicemia?


É libertador! Saber o valor da minha glicemia a todo momento ajudou muito no meu tratamento. Minha glicada até melhorou!
Mas não sou só eu que acho isso, a Dani também tem a opinião dela sobre usar um sensor. Assista aqui!




Qual sensor você usa?


Eu uso o sensor Enlite!




Qual a diferença do sensor Libre pro sensor Enlite?


A principal diferença entre eles é que sensor Libre usa a tecnologia FGM e o sensor Enlite usa a tecnologia CGM.
Mas o que isso realmente significa?
A tecnologia CGM envia as informações de forma automática para a bomba de insulina e a tecnologia FGM só envia a informação ao leitor quando o mesmo é passado próximo ao sensor.
Saiba mais: https://www.youtube.com/watch?v=SwL7x0oKQ1c




Como se coloca o sensor Libre?


A linda da Dani do Só Mais Uma DM1 te ensina aqui!




Meu sensor Libre está lendo muito diferente da ponta de dedo. O que eu faço?


Podem ser várias coisas! Verifique algumas situações antes de ligar para o 0800 para questionar o que pode ser: - você está bebendo bastante água? Se o seu corpo estiver pouco hidratado, pode interferir na leitura do sensor pelo liquido intersticial.
- Está em hiper ou hipo? Nessas situações, é aceitável a leitura ser um pouco imprecisa. - seu sensor está firme? Será que não se mexeu dentro da pele?

Reveja essas situações e se mesmo assim você não encontrar uma resposta, ligue para a sua educadora ou 0800 ;)




O que é um sensor FGM?


É o sensor que utiliza a tecnolgia FGM (Flash Monitoring Glucose) e medem a glicemia através do líquido intersticial, enviando os resultados para um leitor somente quando o indivíduo liga e aproxima este leitor ao sensor.





Apps

Você usa algum app de diabetes para monitorar as glicemias?


Não uso, monitoro a minha glicemia pela bomba :)
Mas tenho um app pra te indicar. Esse aqui!




Você usa algum app para contagem?


Não uso nenhum no momento, mas tenho vários pra indicar!
Fiz um vídeo sobre isso! Assista agora :)





Geral

Porque devemos aplicar insulina ultrarrápida 15 minutos antes de comer?


A insulina ultrarrapida começa a agir em até 15 minutos. Então, para evitar picos glicêmicos nas refeições, é recomendado que aplique pelo menos 15 minutos antes das refeições




O que é a Regra dos 15 na hipoglicemia?


É uma regra usada para evitar hiperglicemias pós hipoglicemias, onde você come apena o necessário para sair de uma hipo. Quando em hipo, você come de 15g a 30g de carboidratos de rápida absorção e espera 15 minutos.
15 minutos depois você mede a glicemia novamente. Se tiver não estiver mais em hipo, pronto, pode relaxar! Se ainda estiver em hipo, repete o processo, até não estar mais em hipo. Lembrando sempre de comer 15g de carboidratos por vez e aguardando os 15 minutos para medir novamente.




Porque devemos beber bastante água numa hiperglicemia?


Para hidratar as nossas células e assim fazer com que a insulina que aplicamos tenha uma melhor ação.




O que é Variação Glicêmica?


Variação glicêmica é a diferença de valores da sua glicemia durante do seu dia. Entenda melhor aqui.




O que é o fenômeno do amanhecer?


É o aumento nas glicemias que ocorrem nas primeiras horas da manhã, entre 05h e 08h. Durante a noite, o corpo libera um grupo de hormônios conhecidos como contra-reguladores do sono, que são adrenalina, glucagon, cortisol e GH (hormônio do crescimento). Estes hormônios estimulam a liberação de glicose pelo fígado e suprimem a atividade da insulina, causando aumento nas glicemias pela manhã. Falei mais sobre isso aqui.




O que é o fenômeno Somogy?


É uma teoria de que o corpo libera hormônios contra-reguladores após hipoglicemia na madrugada, provocando hiperglicemia de rebote pela manhã.




A sua TPM afeta o seu diabetes? Como?


Sim! Na maioria das mulheres, a TPM altera a resistência a insulina, fazendo com que seja preciso alterar as doses de insulina neste período.
No meu caso, eu me torno mais sensivel a insulina, precisando diminuir as minhas doses de insulina.




A mulher com diabetes pode ter filhos?


Sim! Basta planejamento, educação em diabetes e um tratamento adequado para manter a glicemia em ordem durante o período! A Noelly Dantas te conta melhor sobre isso aqui.




Pessoas com diabetes podem fazer tatuagem?


Sim! Desde que estejam com as taxas glicêmicas bem cuidadas, tenha aprovação do médico e escolha um profissional responsável na hora de tatuar.
É importantissimo tomar ainda mais cuidado no mês da cicatrização, para não ter nenhuma surpresa.

Alguns médicos indicam estar com a glicada abaixo de 7,5%





Emocional

Como se manter motivado?


Eu costumo pensar no meu futuro. Diabetes é algo crônico, portanto estará comigo para o resto da minha vida. Então eu coloquei na cabeça que quero ter uma longa vida saudável, sem que o diabetes me atrapalhe.
É completamente normal ter alguns dias cinzas e desmotivados. Mas precisamos cuidar que esses dias não virem rotina.

A psicoterapia pode ajudar e muito nessa questão!





O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Nosso conteúdo serve para seu conhecimento e informação. Em caso de dúvida, procure sempre um médico para orientação.
 

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram