Tipos de Bolus - Bomba de Insulina

Atualizado: 11 de Jul de 2019




#DicaDaBiabética: Se quiser aprender sobre Contagem de Carboidratos, recomendo este curso da nutricionista Noelly Dantas👩🏻‍: https://go.hotmart.com/E14865545R


Oi pessoal, hoje iremos falar um pouco sobre as possibilidades de correção com a bomba de insulina.

A Bomba de Infusão Contínua de Insulina procura assemelhar-se muito mais a secreção de insulina pelas células beta do pâncreas do que o tratamento com Múltiplas Doses de Insulina (M.D.I). Os modelos atuais presentes no mercado permitem realizar uma programação para infusão de insulina ao longo de 24h que chamamos de taxa basal. Onde esse basal pode ser ajustado de acordo com a rotina diária do paciente, como exercício, menstruação, doenças e outras condições. Sendo possível que esse ajuste seja feito a cada meia hora se necessário ( até 48 basais diferentes) de acordo com a necessidade do paciente.

A bomba de insulina também permite a liberação de insulina devido a necessidade (bolus para correção e alimentação) e nas bombas mais atuais é possível que seja programado o bolus para cada horário do dia, onde o paciente somente informa o valor da glicose e do carboidrato e o aparelho calcula a dose para correção automaticamente (Muito bom isso né?).

Além do bolus normal é possível realizar 2 tipos de bolus especiais e continuar a manter a sua glicemia dentro da meta alvo estabelecida. Esses bolus geralmente vem desabilitados na bomba, podendo ser habilitados a qualquer momento e utilizados de acordo com o tipo de alimento e condição a ser ingerido.

Bolus Onda Dupla ou Bolus Multionda

Esse tipo de bolus combina a administração de um bolus normal (imediato) e um bolus estendido (onde você determina o período de tempo), sendo muito utilizado para alimentos ricos em gordura e proteína, fazendo com que sua glicemia se mantenha dentro da meta no pós

alimentação mais tardio. Como já é sabido, em torno de 10% da gordura e 50% da proteína de um alimento se transformam em glicose ao longo de 4 a 5 horas após a ingestão. Logo alimentos como pizza, churrasco, sanduíches de fast food, e até a pipoca, fazem aumentar a glicemia algumas horas após a ingestão, mesmo quando é feita a correção alimentar normal.

Para realizar a correção onda dupla ou multionda é necessário informar a bomba a quantidade de carboidratos a ingerir, após o calculo da dose optar por esse tipo de correção, e escolher a proporção que deseja que seja infundido, a bomba sugere 50% - 50%, onde os primeiros 50%

entram de forma imediata (bolus normal) e os outros 50% entram no tempo que o paciente define, sendo o recomendado para esse tipo de bolus fazer o estendido em 2h para a insulina injetada refletir nas outras 2 horas da transformação da proteína ou gordura em açúcar.

O paciente deve medir 2h após o inicio da correção e 4 horas após seu inicio para ver a finalização e a partir dai verificar se deve colocar proporção maior ou menor no

bolus no estendido.

Bolus Onda Quadrada ou Prolongado

Também é possível realizar um bolus Onda Quadrada ou Prolongado, onde após o cálculo da dose para a correção alimentar, o paciente define o tempo que deseja que infusão ocorra. Pode ser usado para festas e coquetéis, onde para não precisar corrigir todo o tempo. O paciente estima a quantidade em média que irá consumir na festa e após o cálculo da dose pede para que esta seja infundida durante o tempo que ficará no local da festa. Também pode ser usada para pessoas que tem digestão lenta, evitando assim hipoglicemias pós alimentares. Lembrando que nesse tipo de bolus após as 2 primeiras horas de seu início se faz necessário fazer

a ponta de dedo para verificar se há algum aumento ou queda de glicemia. Caso haja aumento existe a possibilidade ainda de fazer uma correção para a glicose e ainda manter a correção estendida, somente para levar a glicemia para a meta, pois alguns alimentos não tem a mesma velocidade de aumentar a glicemia que outros e isso só saberemos realizando a medição.

Vale lembrar que qualquer tipo de bolus realizado na bomba de insulina pode ser cancelado pelo paciente caso ele tenha cometido algum engano ou não deseje mais fazer aquele tipo de correção. Cada modelo de Bomba de Insulina disponível no Brasil tem seu modo de realizar tal cancelamento (verificar manual da sua bomba).

Espero ter ajudado com essas informações!

Bjus doces!


#DicaDaBiabética: Se quiser aprender sobre Contagem de Carboidratos, recomendo este curso da nutricionista Noelly Dantas👩🏻‍: https://go.hotmart.com/E14865545R

Sobre a autora:


Ligia Figueiredo

Enfermeira Clínica

Especialista em Educação em Diabetes e Doenças Crônicas não Transmissíveis

#bombadeinsulina #diabetes #diabetestipo1 #medtronic

0 visualização

Bia é empresária, formada em Relações Públicas, estuda Biomedicina e convive com diabetes tipo 1 desde os 6 anos. Em 2015, criou o Biabética para incentivar pessoas com diabetes a verem a vida doce de forma mais leve e positiva.

Melhor blogue de diabetes tipo 1 2019
WhatsApp Image 2020-02-13 at 16.09.08.jp
Cedraflon onde comprar

Inscreva-se para receber conteúdos

O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Nosso conteúdo serve para seu conhecimento e informação. Em caso de dúvida, procure sempre um médico para orientação.
 

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram