Entendendo as indicações e contraindicações para uso da bomba de insulina

Atualizado: Set 7




A terapia com bomba de insulina, sistema que permite a administração continua de insulina 24h, foi criada há mais de 30 anos e é segura no tratamento de pacientes com DM1. Entretanto, embora seja uma terapia eficaz e com alta precisão, o uso da bomba de insulina possui indicações e contraindicações especificas, sabia? Entenda abaixo quais são elas!


Quando a bomba de insulina é indicada?

A terapia com bomba de insulina é indicada, principalmente, quando:

- Há um controle inadequado da glicemia com terapia intensiva de insulina, principalmente quando o paciente é menor de 6 anos de idade;

- Existe uma maior sensibilidade à insulina;

- Há uma gestação em curso e o controle glicêmico está inadequado;

- Existe o planejamento de engravidar por parte de mulheres com DM1;

- Há uma necessidade de estilo de vida que seja mais flexível, como trabalho por turnos, por exemplo;

- O paciente foi diagnosticado com gastroparesia.


Além disso, também existem outras razões menos comuns em que a bomba de insulina é indicada, como:

- Hipoglicemias noturnas frequentes e intensas;

- Hipoglicemia assintomática;

- Hipoglicemia grave;

- Recusa do tratamento com MDI, principalmente por crianças;

- Frequência elevada de hospitalizações;

- Frequência elevada de consultas externas por complicações agudas;

- Dificuldade de controle glicêmico mesmo com tratamento com MDI (principalmente por crianças maiores de 12 anos);

- Ocorrência do fenômeno do amanhecer, com níveis de glicemia em jejum > 140 a 160mg/dl;

- Pacientes propensos a cetose;

- Adolescentes com transtornos alimentares;

- Atletas profissionais ou que competem.


Contraindicações da bomba de insulina

Como dissemos anteriormente, também existem casos específicos em que a bomba de insulina não é indicada. A principal delas, que é chamada de absoluta, é caso exista alguma doença psiquiátrica. Já as causas relativas são as seguintes:

- Deficiência visual;

- Falta de compromisso em aprender sobre a terapia com bomba de insulina;

- Incapacidade de automonitoração.


Será que me encaixo no perfil de paciente ideal para tratamento com bomba de insulina?

Antes de qualquer coisa, é importante que se saiba que o tratamento com bomba de insulina não é milagroso, tá? É realmente necessário disciplina e responsabilidade. A melhor maneira de descobrir se essa terapia é ideal para você e se combina com a sua rotina é conversando com o seu médico, já que ele é o profissional certo para te orientar em relação ao tratamento do DM1.


Porém, já podemos te adiantar que o paciente com DM1 considerado ideal para o uso da bomba de insulina é aquele que:

- Consegue medir a glicemia capilar pelo menos 4 vezes diariamente;

- Quando estiver na fase de ajuste de doses de insulina a serem usadas na bomba de insulina, consiga medir a glicemia capilar pelo menos de 6 a 8 vezes por dia;

- Segue as recomendações médicas, inclusive o plano alimentar recomendada pela nutricionista;

- Está disposto a usar a bomba de insulina 24h por dia junto ao corpo;

- Está disposto a passar por um processo de educação em diabetes;

- Não apresenta histórico de bulimia;

- Pratica atividades física de forma regular;

- Conhece a contagem de carboidratos.

Gostou de saber mais sobre bomba de insulina? Clica para saber como eu consegui a minha gratuitamente pelo Estado em 2015!

202 visualizações

Bia é empresária, formada em Relações Públicas, estuda Biomedicina e convive com diabetes tipo 1 desde os 6 anos. Em 2015, criou o Biabética para incentivar pessoas com diabetes a verem a vida doce de forma mais leve e positiva.

Melhor blogue de diabetes tipo 1 2019

O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Nosso conteúdo serve para seu conhecimento e informação. Em caso de dúvida, procure sempre um médico para orientação.
 

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram