f7afb2e656d376975aeaf25bb615335c03531317

Máscara de tecido: como elas ajudam no combate ao coronavírus? #masks4all



Com toda essa situação do coronavírus, você já deve ter percebido que a maioria dos governos e com a ajuda da mídia, estão pedindo para que os cidadãos parem de comprar máscaras de uso hospitalar, pois pode faltar para profissionais que trabalham em hospitais e prontos socorros, certo? Além disso, também incentivam o uso das máscaras apenas por quem apresenta sintomas, né?


Existe um movimento chamado #masks4all, criado na República Tcheca que incentiva todas as pessoas, com sintomas ou não, a usarem as máscaras, mesmo que sejam caseiras, sempre que forem sair de casa. Tal medida, juntamente, com isolamento social, reforço na higiene e outras ações, estão ajudando a frear o número de novos doentes. Vamos saber um pouco mais sobre o #masks4all?


O que é e como nasceu o #masks4all?

#masks4all é um movimento criado na República Tcheca que incentiva a produção de máscaras caseiras para que sejam distribuídas para o seu vizinho, amigo, familiares e até mesmo para os hospitais.

O movimento nasceu de um vídeo educativo que o palestrante, escritor e influenciador Petr Ludwig produziu sobre a importância de usar máscaras, não só para se proteger, como também para proteger os outros. O vídeo viralizou no país e, como as máscaras cirúrgicas se tornaram raras, até mesmo os hospitais foram às mídias em busca de voluntários que pudessem produzir máscaras caseiras, já que os estoques estavam acabando.

Inúmeras pessoas, pequenas empresas, fábricas e ongs se mobilizaram e as máscaras caseiras foram produzidas e distribuídas para os vizinhos, amigos, hospitais, entre outros. Com a mobilização, o governo tcheco anunciou que seria uma obrigação que todas as pessoas usassem algo para cobrir seu nariz e boca ao sair de casa e, assim, grupos se organizaram e fortaleceram o movimento #masks4all, que conta com site para coordenar os trabalhos e a distribuição das máscaras no país.


Qual o objetivo do #masks4all?

Segundo o movimento, seu objetivo é que as pessoas não protejam apenas a si mesmas, mas também as outras, e assim ambas possam estar protegidas, já que o coronavírus é altamente transmissível e, muitas vezes, assintomático. Para que você entenda melhor: caso você esteja com coronavírus, é possível que você não tenha sintomas, mas consiga transmitir o vírus. É importante citar, entretanto, que as máscaras caseiras são consideradas parcialmente eficazes na proteção individual, mas que qualquer barreira de proteção na boca e no nariz pode ajudar a diminuir a propagação do coronavírus.


Informações sobre a eficácia do uso de máscaras caseiras

De acordo com o estudo feito pelo #masks4all, as máscaras caseiras impedem de 95% a 100% a propagação de diversos vírus, não só o coronavírus. Além disso, em entrevista dada por George Gao, diretor geral do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), ele afirmou que considera que o grande erro que está sendo cometido nos Estados Unidos e na Europa, é que as pessoas não estão usando máscaras, que poderiam impedir que gotículas transportem o vírus e acabem infectando mais pessoas.

Também é válido dizer que o uso das máscaras, além de atuar como uma barreira mecânica, também funciona como um lembrete constante para que a pessoa não coloque as mãos na boca, nos olhos e no nariz, regiões que, freqüentemente, pomos a mão sem perceber.

Por outro lado, também é preciso dizer que há relatos que mostram que as máscaras de tecido são muito heterogêneas e, que por isso, não é possível garantir que sejam eficazes, já que o tecido não conta com componentes que bloqueiam a transmissão de gotículas.


Passo a passo para fazer a sua máscara de tecido

1º : Passo: Corte o tecido em dois retângulos iguais;

2º: Passo: Eles deveram ser costurados juntos, um em cima do outro. Antes de costurar, faça três dobras no centro dos tecidos, criando um efeito sanfona;

3º: Passo: Costure as bordas com agulha e linha;

4º: Passo: Para as alças, separe duas tiras de 1m de comprimento de tecido ou elástico com 2,5cm de largura. A máscara deverá ser costurada exatamente na metade do comprimento da tira, formando duas alças de cada lado;

5º: Passo: Para costurar a máscara dentro da tira, é importante dobrá-la ao meio na largura, para envolver a máscara dos dois lados.

Dica: os melhores materiais para confecção das máscaras são o tricoline, 100% algodão ou TNT.


Se não quiser ou souber fazer a sua máscara, ajude um produtor local!

Caso prefira comprar a fazer a sua própria, opte por comprar com pequenos produtores do que com grandes redes de comércio. Com a crise, infelizmente as pequenas empresas serão as primeiras a quebrarem. Eu estou ajudando a minha prima, Wilma Scher, que confecciona biquinis. Ela começou a fazer máscaras de tricoline para vender e comprei várias com ela para revender e enviar para todo o Brasil. Veja os modelos na minha loja online!


Nós, diabéticos, fazemos parte do grupo de risco do novo coronavírus, sabia? Clique aqui para ler sobre esse tema!

194 visualizações

Bia é Relações Públicas, estuda Biomedicina e convive com diabetes tipo 1 desde os 6 anos. Em 2015, criou o Biabética para incentivar pessoas com diabetes a verem a vida doce de forma mais leve e positiva.

Melhor blogue de diabetes tipo 1 2019
Cópia_de_Purple_Tint_Kids'_Fashion_Advic
WhatsApp Image 2020-02-13 at 16.09.08.jp
winsocial_980x120_v02_bia (1).jpg

Quer receber novidades da Biabética?

O conteúdo deste site não se destina a ser um substituto para aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento.

Nosso conteúdo serve para seu conhecimento e informação. Em caso de dúvida, procure sempre um médico para orientação.
 

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram